CBF - Portal de Governança

Responsabilidade Socioambiental

A CBF Social tem por objetivo principal, proporcionar uma compreensão diferenciada e efetiva da complexidade da questão socioambiental

HISTÓRICO

As iniciativas da CBF Social surgiram espontaneamente em junho de 2015. Com o intuito de fomentar ações em âmbito social e educacional acerca do desenvolvimento do futebol e fóruns sobre proteção integral aos direitos das crianças e adolescentes. Desde seu início a CBF Social já beneficiou mais de 25 mil pessoas, de diferentes faixas etárias, gêneros e regiões do Brasil. Com a promoção de seminários sobre metodologias de ensino do futebol que promovam noções de cidadania e civismo, cursos de capacitação, certificações, realização de festivais e visitas ao Museu Seleção Brasileira, dentre outros.

Em 2016, as ações da CBF Social ganharam notoriedade e adeptos de todo o Brasil. A metodologia de ensino do futebol oficial da CBF Social, com manuais para educadores, comunidade, alunos, pais e responsáveis, teve continuidade em sua implementação e atendeu 6.200 pessoas. O programa Seleção na Minha Cidade, que tem como objetivo aproximar a Seleção das pessoas que vivem nos locais onde acontecem os jogos, atendeu gratuitamente mais de 2000 crianças em 12 Jogos da Seleção Brasileira, e arrecadou mais de 61.000 quilos de alimentos em troca de ingressos.

Em 2017, A CBF Social e a Organização das Nações Unidas (ONU) se uniram para promover um debate sobre o futebol como ferramenta para a construção da paz. 

Ao longo do ano, o CBF Social lançou dois importantes projetos pilotos para o desenvolvimento do futebol no país. Nas cidades de Ribeirão Pires e Barueri, a CBF iniciou o programa Gol do Brasil, promovendo a capacitação de 100 profissionais, a preparação de 20 educadores e a participação regular de 450 crianças e jovens. Em Belo Horizonte, a CBF lançou o programa Seleções do Futuro, que visa promover o desenvolvimento do futebol entre jovens de 6 a 17 anos, meninos e meninas, com preferência para os que estudam em escolas públicas em parceria com o Governo Federal. Em ambos os projetos e demais programas a CBF Social atendeu mais de 28.000 pessoas.

Em 2018, a CBF Social iniciou um novo capítulo e abraçou o desafio de promover ações educativas e esportivas com o objetivo de ensinar valores morais por meio do futebol tendo como foco principal a Proteção Integral dos Direitos da Criança e do Adolescente no Futebol. Pela primeira vez, o projeto debateu sobre o enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes dentro da modalidade, além da continuidade das mais variadas ações. 

Em 2019 O Projeto Gol do Brasil chega para consolidar todas as iniciativas do programa CBF Social. O Gol do Brasil tem como diferencial atender crianças e adolescentes por todo o Brasil com a qualidade CBF como referência, aplicando a efetiva metodologia CBF Social, implementando infraestrutura para a concepção de centros de desenvolvimento socioeducacionais utilizando o Futebol como ferramenta central e privilegiada para mobilização, educação, saúde, proteção integral e promoção da cidadania.

OBJETIVO:

A CBF Social tem por objetivo principal, proporcionar uma compreensão diferenciada e efetiva da complexidade da questão socioambiental, de modo que consiga captar oportunidades de desenvolvimento integral de crianças e adolescentes no universo do futebol.

Dentro deste contexto a CBF Social estimula e capacita lideranças visando o desenvolvimento de competências para o engajamento das Federações, Entidades Governamentais e Comunidades, criando estratégias para auxiliar a formação do cidadão por meio de diversas ações.

AÇÕES:

Consciente da eficácia do futebol como ferramenta de transformação social e da importância de se desenvolver programas qualificados para alcançar transformações significativas, a CBF   desenvolveu seus projetos com base em três pilares: Desenvolvimento Socioeducacional, Desenvolvimento Socioambiental e Desenvolvimento do Futebol.